©2019 por Bela Pele. Orgulhosamente criado com Wix.com

Mitos e Verdades

A depilação com o método da cera quente sempre girou em torno de mitos e verdades. Muitas pessoas têm dúvidas de qual pele recebe melhor esse tipo de depilação, ou possuem questões sobre pelos encravados, além de perguntas sobre as vantagens e desvantagens. A depilação com cera quente tem mais pontos positivos do que negativos, e serve para todos os tipos de pele.

Lâmina, creme, laser, cera fria, cera quente... Opções não faltam para as meninas acharem um jeito de sofrer menos com aquela que é a responsável por muita reclamação: a depilação!

Mito nº: 1 - A cera quente faz os vasinhos das pernas se romperem e pode causar varizes?

A aplicação da cera quente é feita superficialmente. Já as veias ou micro vasos ficam localizados muito abaixo da hipoderme, onde os efeitos da cera não podem chegar.

Mito nº: 2 - A cera quente aplicada com muita frequência pode causar flacidez, principalmente em regiões onde a pele é mais fina, como abaixo da sobrancelha e buço?

Nem o calor e nem o movimento de "puxar a cera" altera o tônus da pele. Este estímulo é apenas superficial. A flacidez é causada pelo enfraquecimento das fibras de colágeno e elastina, que não são atingidas durante o processo de depilação. Quem quer driblar o problema da flacidez precisa evitar o sol e as lâmpadas infravermelhas principalmente nas pálpebras, pois a exposição excessiva à radiação causa prejuízo às fibras que sustentam a pele.

Mito nº: 3 - A depilação com cera quente não mancha e nem escurece a pele?

As manchas escuras podem aparecer caso haja exposição ao sol sem o uso do protetor solar logo após a depilação ou então se a cera quente for aplicada sobre algum tipo de lesão. A cera depilatória tira a camada de proteção da pele, deixando-a mais exposta e vulnerável.

Mito nº: 4 - A depilação com cera quente dói mais do que com a cera fria?

A cera quente atua como relaxante sobre a pele, dilatando os poros, o que facilita a retirada do pelo com mais facilidade e menos dor.

Mito nº: 5 - Quem tem problemas de alergia na pele não pode fazer depilação com cera quente?

Antes de qualquer coisa, é preciso avaliar quais são os produtos e componentes causadores da alergia para, somente depois, fazer qualquer tipo de relação.

Mito nº: 6 - Só se pode fazer outra sessão de depilação após um mês de ter feito a última?

As sessões dependem do crescimento do pelo. Em algumas regiões do corpo eles tendem a crescer mais rapidamente, como nas axilas e nas virilhas, e nestes casos, pode ser feita em 15 em 15 dias.

Mito nº: 7 - Não é recomendável que gestantes de 9 meses de gravidez realizem a depilação íntima completa (tricotomia) para agilizar os preparativos do parto?

Este procedimento realmente ajuda a facilitar os preparativos do parto, porém é recomendável que a depilação seja feita a partir do 5º mês de gestação, para evitar a sensibilidade maior que as mulheres apresentam no 9º mês de gestação.

Mito nº: 8 - A depilação com cera quente faz os pêlos demorarem mais a crescer do que a depilação com cera fria?

Toda depilação realizada com a retirada dos pelos pela raiz faz com que os pelos levem em média de 20 a 25 dias para crescer novamente.